Osteocondroma

Osteocondroma

O que é o osteocondroma ?

Osteocondroma é um tumor ósseo (não é câncer) formado pelo crescimento anormal do osso.

Acontece uma herniação da placa de crescimento que projeta uma parte do osso em formação chamada de exostose óssea para fora do sentido normal.

Essa exostose está ligada e relacionada com o osso principal. É uma lesão benigna frequente.

É classificado como um tumor benigno, que pode ser latente (B1) ou crescer de forma lenta (ativo – B2). Pode se apresentar de forma séssil (quando a base é maior que a altura) ou pediculada (quando a altura é maior que a base).

Exostose Múltipla Hereditária

O osteocondroma pode ser múltiplo, o que significa osteocondromatose ?

As formas múltiplas são conhecidas como exostoses múltiplas hereditárias e compõem uma síndrome transmitida por herança genética afetando os filhos em 50% dos casos.

Essa síndrome costuma também apresentar deficiências hormonais, baixa estatura e deformidades adquiridas das extremidades.

Existem formas que variam de leve a grave e que podem acometer os membros inferiores, membros superiores, e até caixa torácica e coluna.

Existe uma deficiência na produção de uma proteína responsável pela forma do osso que é chamada exostosina por defeito de um açúcar essencial o heparano de sulfato.

Síndrome de Trevor ou Displasia Epifisária Hemimélica

O osteocondroma apresenta sintomas ?

A Síndrome de Trevor – Fairbanks ou Displasia Epifisária Hemimélica é uma variação mais rara onde a exostose ocorre na epífise (afetando a articulação), podendo causar bloqueio articular, deformidade mecânica e até fraturas. Em geral o Osteocondroma é assintomático.

NORA ou Ossificações Parosteais Bizarras

Existem formas mais raras, que acometem ossos curtos das mãos e pés

O Osteocondroma pode ter complicações ?

As complicações do osteocondroma incluem: Deformidades, Impacto nas articulações, compressão de estruturas neurovasculares, fratura, inflamação, úlceras (Feridas) e Degeneração sarcomatosa.

Existe Osteocondroma Maligno ?

A degeneração sarcomatosa ou malignização é bastante rara mas pode ocorrer, sendo a forma mais comum para Condrossarcoma de baixo grau. Nas formas de Osteocondroma Solitário são mais raras (em torno de 1 a cada mil casos). Nas formas múltiplas a degeneração pode acontecer em  2 a 25 % dos casos.